sexta-feira, 29 de outubro de 2010

O Rio Uruguai pede SOCORRO!!!



A ONG argentina Trans Fronteriza acusa o Brasil de ser o maior responsável pela poluição do rio que abastece três países.

Por Fernando Rodrigues*



O rio Uruguai é um rio sul-americano que nasce na Serra Geral e que forma-se pela junção dos rios Canoas e Pelotas, na divisa entre os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Deságua na bacia hidrográfica do Prata ou Mar Del Plata como é mais conhecido e é formado pela junção dos rios Uruguai e Paraná.

O rio Uruguai é um dos rios mais importantes na hidrografia do Sul do Brasil e serve de fronteira entre o país e a Argentina e o Uruguai, tendo importante papel histórico no desenvolvimento da região.

Neste final de semana que passou tirei algumas fotos no Cais do Porto de São Borja, mais especificamente da costa do nosso Rio Uruguai.

Chamou-me a atenção a quantia de garrafas, sacos plásticos, latas e pneus, isso mesmo: pneus, uma mente insana colocou em toda a costa do local conhecido como “Porto do Angico” uma barreira de pneus, e estes, devido às chuvas, e enchentes que teve estão no leito do rio.

Com a estiagem o rio baixou seu leito, e apareceram estes pneus na costa. O rio  Uruguai está poluído. Temos duas alternativas, ou esperamos mais de 600 anos para estes pneus desaparecerem, ou formamos uma frente com Associações de moradores e outras ligadas ao setor ambiental, escolas, Exército e vamos juntos limpá-lo.

Também esperamos que as autoridades competentes investiguem o responsável por isso, ou quem deu a autorização para fazer isso, e tomem as providências cabíveis.

A ONG Argentina Trans Fronteriza recentemente apresentou um trabalho na cidade de Quarai, onde aponta que os grandes responsáveis pela poluição do Rio Uruguai são os brasileiros com  81% de toda a contaminação do rio, já a Argentina é responsável por  11%, e os Uruguaios por 8% restante.
Veja o que relatam os argentinos em um documento:

"Na reunião que tivemos dia 03 de março em Barra de Quaraí, o Movimento de ONGs Trans Fronteriza junto aos membros da Comissão Administradora do Rio Uruguai da delegação Argentina, nos mostraram um folheto que falava concretamente dos diferentes tipos de poluição, como a agricultura, a pecuária e também os esgotos cloacais. O Brasil é responsável por 81% do despejo de contaminantes no rio Uruguai, a Argentina 11% e o Uruguai os 8% restantes. Isso faz com que nós tratemos de que o Brasil passe a cuidar do rio. Para isso também fazemos estas reuniões e convidamos os órgãos oficiais (brasileiros) que não se fazem presentes, na maioria das vezes, já que o Brasil tem uma política lamentavelmente escorregadia, sempre. Por isso alertamos nos lugares onde vamos que (o presidente) Lula da Silva manifestou em uma oportunidade que o Meio Ambiente não vai parar o desenvolvimento do Brasil."


Estes dados nos colocam em alerta pois não é um problema só nosso, é de nossos vizinhos do Mercosul, e somos todos responsáveis pelo desmatamento da mata ciliar, morte dos peixes, ou seja a poluição do rio.

Não sou candidato a nada, nem ambientalista, muito menos um apaixonado pela área, mas me sinto responsável pela cidade onde vivo. Fica aqui o alerta.
*Fernando Rodrigues, autor do artigo e foto, é administrador de empresas e produtor cultural em São Borja, Rio Grande do Sul. Contato: jfernandocorrea@yahoo.com.br


Texto publicado no ano de 2008, em diversos sites e jornais de meio ambiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário